quinta-feira, 29 de março de 2012

A inspiradora aula de Literatura Infanto-Juvenil

Oi!

Hoje o post tem um tema um pouco diferente, quem me conhece já me viu rasgar elogios às aulas que estou tendo de Literatura Infanto-Juvenil. E eis que vim rasgar um pouco mais.

Tive essa semana uma aula para lá de inspiradora e motivadora. Além de deliciosa!
Essa aula eu faço como uma optativa às disciplinas que eu possuo, além de fazer em outro curso (eu faço Psicologia e essa é uma disciplina de Letras), a aula é ministrada pela professora Sandra Hahn que além de saber do que está falando, fala com uma grande paixão pelos livros infanto-juvenis que chega a ser contagiante.

Eis que chego na aula e vejo ela estender um pano laranja no chão e despejar sobre ele vários livros (que foram mostrados quase um por um nas aulas anteriores). A atividade proposta: Um roda de leitura. Dessas que fazíamos (alguns) quando éramos crianças.


Admito que fiquei encantada, com os livros espalhados, com a possibilidade de tirar um tempo da aula para ler um pouco livros infantis e juvenis. Aliás essa é uma atividade segundo ela ótima para qualquer idade (nas escolas) para incentivar a leitura, sempre tendo de haver mais livros que alunos, para propiciar a escolha da leitura.


Ela nos permitiu ler por uma hora, tranquilamente, e à nossa escolha qualquer um dos livros espalhados. Haviam diversos títulos e diversas leituras por assim dizer, já que tinha desde Tristão e Isolda, Romeu e Julieta até Alice no País das Maravilhas, O Menino Maluquinho... entre outros.


Consegui ler três livros e deixar um pelo começo, pois não gostei. O primeiro e o que mais gostei de ler foi O Jardim da Bruxa de Lidia Postma (Editora Ática), uma história fácil e mágica. Depois peguei e larguei o Em Busca do Tempo Perdido - No caminho de Swann: Combray de Marcel Proust pela Jorge Zahar Editor, esse era em quadrinhos, mas com a leitura chata.


Li ainda Traquinagens e Estripulias de Eva Furnari pela Global Editora, apenas quadrinhos, com apenas o título em palavras escritas, leve, muito legal. E por último (e quase não dá tempo de terminar) o Charadas Macabras de Angela Lago, com propostas de charadas a partir de palavras (levou um tempo para eu engrenar a compreensão, mas a autora brinca inclusive com isso durante a narrativa, muito legal mesmo, recomendadíssimo).


A aula terminou com uma discussão sobre as escolhas, bem, nem preciso dizer que o primeiro e que mais gostei foi o O Jardim da Bruxa, preciso? Adoro bruxas, gnomos, e "gente pequena" e é difícil uma história assim não me conquistar.

Para os professores, fica a dica sobre uma atividade de incentivo à leitura. Pegue um monte de livro, deixe-os ler e discuta em sala o porque das preferências.

Ps. Verei se faço um post falando sobre os livros lidos, como uma "resenha" em conjunto para quem se interessou mais.

Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

Andréia Nogueira disse... [Responder Comentário]

Oi Dri,
aula de literatura é "tudo di bom"...rsrsrs...
Fiquei encantada com a proposta e quero saber mais sobre os livros lido sim.
Bjos!!!
Andréia
Sentimento nos Livros